terça-feira, 9 de setembro de 2014

ESSA É PRA CASAR - POR LIPPI DIAS

Baseado no ponto de vista masculino, é possível dizer que os homens separam as mulheres entre os tipos “para casar ou não”, ou simplesmente “essa seria a mãe dos meus filhos”. Isso para as mulheres pode soar um pouco machista mas essa divisão na cabeça dos homens não é mais segredo já faz um bom tempo. Nós avaliamos os aspectos e nos baseamos pelo que vemos , intuímos e conhecemos. Investigamos tendo como parâmetro os próprios conceitos, inclusive a formação familiar que tivemos. Os que já tiveram experiências anteriores de casamentos e também os que tiveram namoros mais longos, vão usando isso para pautar os prós e contras da escolha. Os homens esperam atualmente de uma mulher "para casar", não somente carinho, atenção, educação,vocação para valores familiares e profissional. E sim o fator essencial o equilíbrio emocional para estarem disponíveis a nós e isso inclui sim, bom humor, adequação social, restrições à álcool e drogas mesmo que nós não sejamos assim. Também verificamos os cuidados íntimos como higiene pessoal, saúde e organização doméstica. Os atributos femininos estarão sendo avaliados diretamente através desses parâmetros. Os casamentos cada vez mais tardios mudam as expectativas masculinas em relação às parceiras ideais, acabamos escolhendo melhor, sabendo melhor qual tipo de personalidade e estilo de vida nos agrada mais. Os homens ainda esperam de suas esposas uma figura mais maternal, presente, cuidadora e superprotetora. Não queremos um tratamento maternal, mas com os filhos sim. Queremos mantê-las no papel feminino o máximo possível, por isso olhamos se a mulher se cuida e vai continuar se cuidando mesmo depois de ser mãe.




Texto escrito por Lippi Dias