segunda-feira, 18 de novembro de 2013

ALIMENTOS ANTI-INFLAMATÓRIOS - POR DRA. DEISE BORGES

ALIMENTOS PODEM SER ANTI-INFLAMATÓRIOS NATURAIS
http://www.brasilescola.com/upload/e/goiaba.jpghttp://www.organomix.com.br/arquivos/ids/6747_10/Cenoura.jpg
Nutricionista: Dra. Deise Borges

Os alimentos funcionais vão além da Nutrição. São aliados na batalha contra doenças inflamatórias. A inflamação é considerada uma defesa do organismo às agressões externas e internas, no entanto, essas inflamações pode ocasionar doenças, tais como: câncer, diabetes, doenças cardiovasculares, obesidade, Alzheimer, alergias, artrite, entre outras.
É considerada uma inflamação uma vez que o organismo vem a sofrer um desequilíbrio nutricional e ainda receber as toxinas externas (metais tóxicos, agrotóxicos, medicações, fertilizantes, alérgenos alimentares). Todo esse descompasso é que gera o que chamamos de inflamação do organismo, principalmente dos tecidos.
Neste sentido, entende-se porque as pessoas obesas possuem maior dificuldade na perda de peso, pois possuem maior quantidade de tecido adiposo onde encontra-se a maior concentração desses contaminantes. Dentre este conceito, verdade é que quanto maior for à ingesta do indivíduo por alimentos ricos em gorduras saturadas, açúcares refinados, pobre em frutas, legumes e integrais maior será a estimulação do processo inflamatório.
O controle da inflamação é feito pelo corpo por vários mecanismos, dentre eles através de hormônios que a intensificam ou a diminuem, a fim de permitir que o processo inflamatório ocorra quando realmente seja necessário, tanto para reparar uma lesão como proteger contra a invasão de uma bactéria, vírus, substâncias químicas e agressões externas, que apresentam sintomas visíveis como rubor, calor, edema e dor, mas que também pode ocorrer internamente sem que seja percebida. Os alimentos têm efeito importante nos níveis dos hormônios, podendo ativar ou inibir a ação inflamatória.
A nutrição funcional tem a propriedade em afirmar que há alimentos que são anti-inflamatórios e que uma dieta rica nesses alimentos pode fortalecer o sistema imunológico e o equilíbrio de todas as funções básicas do organismo. Nesta alimentação não está somente à contagem de calorias ingeridas, mas sim no consumo de maior variedade e mais frequente de alimentos funcionais que devem fazer parte do plano alimentar. Mas que fatores que são considerados para determinar o poder anti-inflamatório dos alimentos?

Destacam-se muitos fatores diferentes, dentre eles:
• Quantidade e tipo de gordura;
• Ácidos graxos essenciais;
• Vitaminas, minerais e antioxidantes;
• Índice Glicêmico;
• Compostos anti-inflamatórios (complexos bioativos).

Alimentos com maior ação anti-inflamatória:
http://reeducacaoalimentar.org/wp-content/uploads/2011/11/brocolis.jpghttp://2.bp.blogspot.com/_WrYpOAOZ25o/TC4z4fu0DBI/AAAAAAAAAes/SQk_korff3A/s1600/alho.jpg
Alimentos Anti-inflamatórios

Alho Cru, Acelga, Brócolis, Cebola, Cenoura, Leite de soja, Goiaba, Atum, Salmão, Lentilha, Castanha do Pará, Amêndoa, Óleo de canola, Ácidos graxos ômega-3, peixes de águas frias (salmão, atum, bacalhau, arenque, cavalinha, sardinha, truta), óleo de milho ou girassol, soja, sementes de girassol, gergelim, castanhas, nozes No organismo, estes ácidos são convertidos em substâncias semelhantes aos hormônios, que reduzem inflamações.
Antioxidantes, chá verde, alho, aveia, cebola, crucíferas (brócolis, couve-flor e repolho), semente de linhaça, soja, tomate e uva. Algumas inflamações podem oxidar as células que constituem as paredes dos vasos sanguíneos. Os alimentos antioxidantes podem ajudar a evitar estas lesões.

A ingestão de alimentos com ação anti-inflamatória pode ser uma das melhores coisas que se pode fazer por você mesmo.

NUTRICIONISTA DRA. DEISE BORGES - FONE 16 - 3721 - 3499